Senhores Passageiros

sobre aeroportos, aviões e afins

 -

Ricardo Gallo é repórter da Folha

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Guarulhos já pode receber super jumbo da Boeing

Por mariana barbosa

 

O Aeroporto de Guarulhos já está certificado para receber o super jumbo 747-8, da Boeing. A autorização foi publicada ontem no Diário Oficial.

Desde 2008 a Boeing tenta convencer a Infraero a fazer adaptações no aeroporto para poder receber o avião. Mas, a Infraero alegava não ter recursos para fazer as adaptações necessárias. Com a concessão para a iniciativa privada, o novo operador do aeroporto fez as adaptações e solicitou a certificação.

A demora na certificação fez com que a Lufthansa, primeira companhia a operar o jato na versão passageiro, adiasse os planos de voar com o equipamento para o Brasil.

Com 362 assentos, o 747-8 polui 20% menos e é 13% mais econômico que o 747-4, usado atualmente pela Lufthansa na rota para o Brasil.

A empresa alemã recebeu o primeiro 747-8 em maio do ano passado. O Brasil iria ser o sexto destino a receber o avião caso a certificação tivesse saído no início deste ano.

Não há previsão de quando a companhia iniciará as operações com o avião. A expectativa é de que na Copa do Mundo o avião entre na rota São Paulo-Frankfurt.

“Estamos muito contentes com a aprovação, mas neste momento não temos nenhuma indicação de quando receberemos o próximo 747-8 da Boeing e em qual rota ele será utilizado”, disse ao Senhores Passageiros o diretor de comunicação da Lufthansa para as Américas, Nils Haupt.

O 747-8 já voa para o Brasil, mas apenas na versão cargueira. Viracopos foi o primeiro aeroporto certificado para receber o avião.

A certificação de Guarulhos não permite a operação do Airbus A380, um avião categoria F. A certificação da categoria F está prevista para a Copa.

Apesar de o 747-8 ser classificado como categoria F, em todo o mundo, aeroportos categoria E conseguem receber o avião desde que sejam feitas algumas modificações.

O B 747-8 tem 76,3 m de comprimento e 68,5 de envergadura. O A-380 tem 72,77 de comprimento e 79,8 de envergadura.

Blogs da Folha