Senhores Passageiros

sobre aeroportos, aviões e afins

 -

Ricardo Gallo é repórter da Folha

Perfil completo

Publicidade
Publicidade

Aviação comercial faz 100 anos transportando mais de 3 bilhões de passageiros

Por mariana barbosa

Há exatos cem anos, em 1 de janeiro de 1914, foi realizado o primeiro voo da aviação comercial regular, conectando São Petersburgo  e Tampa, na Flórida. Abram Pheil, então prefeito de São Petersburgo, pagou US$ 400 em um leilão para ser o primeiro e único passageiro do voo de 23 minutos.

image

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cem anos depois, essa indústria transporta diariamente 8 milhões de passageiros. Este ano, a expectativa é de que 3,3 bilhões –o equivalente a 44% da população mundial– embarquem em um voo comercial. Para marcar a data, a IATA (Associação Internacional do Transporte Aéreo) lançou um site com efemérides e também uma hashtag #flying100.

image

A CADA 60 SEGUNDOS:

  • 52 aviões decolam de algum aeroporto do mundo
  • US$12.1 milhões em carga são entregues
  • 5,700 passageiros entraram em um avião em alguma parte do mundo
  • 70,000km são percorridos pelas aeronaves

PASSAGEIROS:

  • Em 2013, pela primeira vez a indústria transportou 3 bilhões de passageiros
  • Mais da metade dos turistas viajaram de avião no ano passado
  • A demanda de passageiros global deve crescer 6,14% em 2014

CONECTIVIDADE:

  • Mais de 40 mil pares de cidades são conectadas pela aviação comercial
  • 1.500 companhias aéreas conectam quase 4.000 aeroportos cobrindo todos os países do mundo

ECONOMIA:

  • Indústria gera 57 milhões de empregos
  • Previsão de lucro para o setor é de  US$ 12,9 bilhões (2013), margem de 2,6%

TURISMO ESPACIAL, O FUTURO O centenário acontece no ano em que uma outra indústria dá seus primeiros passos, também com número reduzido de passageiros: a aviação espacial comercial. Até o final do ano (ou mais tardar no início de 2015), as primeiras companhias “aeroespaciais” devem decolar levando passageiros para ver a Terra do espaço. A Folha publicou uma matéria recente sobre isso. Veja aqui

Blogs da Folha