Senhores Passageiros

sobre aeroportos, aviões e afins

 -

Ricardo Gallo é repórter da Folha

Perfil completo

Publicidade
Publicidade

Piloto da Avianca xinga nordestino de ‘porco’ e é hostilizado em rede social

Por Ricardo Gallo
Mensagem postada por piloto da Avianca em rede social (Reprodução/Facebook)
Mensagem postada por piloto da Avianca em rede social (Reprodução/Facebook)

* ATUALIZAÇÃO ÀS 14h55: A Avianca demitiu o piloto envolvido no caso

 Um piloto da Avianca causou polêmica ao colocar em seu perfil no Facebook um texto em que xinga os nordestinos. Tudo porque recebeu um prato diferente do que pediu em um restaurante em João Pessoa, na Paraíba –e com demora excessiva.

Ele escreveu: “Pra manter o padrão porco, nojento, relaxado, medíocre, escroto de tudo no Nordeste como sempre… Depois de 1 hora e 10 esperando um filé de peixe simples sem nada de diferente, eles conseguem errar e fazer outra coisa completamente diferente do cardápio, que já não tem opção nenhuma… Povo escroto do ca@#%¨&! Lugar nojento”.

Quem divulgou o episódio foi o apresentador local Nilvan Ferreira em seu Facebook, na quinta-feira. A partir daí, a mensagem ganhou repercussão; vários internautas começaram a chamar o piloto de preconceituoso e cobrar uma posição da Avianca –e a demissão do funcionário.

Questionado pelos internautas, o piloto disse que não se tratava de preconceito. “É a opinião de quem acha esse lugar uma merda e pronto!” (…) Os serviços são sujos e em geral é mal-educado e folgado (…)”.

O piloto apagou a mensagem e, aparentemente, seu perfil no Facebook.

OUTRO LADO

No final da tarde, a empresa se manifestou, também pelo Facebook: a companhia disse repudiar “veementemente o comentário atribuído a um funcionário seu (…) de cunho preconceituoso”. A empresa disse desprezar atitudes contrárias à “ética” e afirmou que respeita e admira todos os povos.

A assessoria de imprensa da Avianca disse ao blog que a empresa ainda não falou com o piloto, que está em Curitiba. Ele será questionado para confirmar o que escreveu; a Avianca não informou se aplicará alguma punição a ele.

Blogs da Folha