Por que Atlanta, palco de caos nesta semana, é o aeroporto mais movimentado do mundo?

Por Guilherme Magalhães

Uma pane elétrica no último domingo (17) deixou sem energia por mais de 11 horas o Aeroporto Internacional Hartsfield-Jackson, em Atlanta, nos Estados Unidos. Quase 1.500 voos foram cancelados nesse dia e na segunda-feira (18), paralisando o aeroporto mais movimentado do mundo a uma semana do Natal.

É isso mesmo. O aeroporto com maior fluxo de passageiros no planeta não fica em alguma “capital global” como Nova York, Londres ou Pequim, e sim nessa cidade no Estado da Geórgia, no sudeste dos EUA.

De acordo com o levantamento anual do Airports Council International (ACI), entidade que representa todos os aeroportos no mundo, Hartsfield-Jackson recebeu, em 2016, mais de 104 milhões de passageiros. São 10 milhões de pessoas a mais do que o segundo colocado, o Aeroporto Internacional de Pequim.

Mas o que leva tanta gente a esse aeroporto? A resposta é uma soma de fatores.

Primeiramente, Atlanta é um dos principais hubs —centro de distribuição de conexões— dos Estados Unidos, além de abrigar a sede de operações da Delta Air Lines, uma das três grandes companhias aéreas americanas.

Mas apenas isso não basta. Os aeroportos de Chicago O’Hare e Dallas-Fort Worth são, respectivamente, os maiores hubs da United Airlines e da American Airlines. Ainda assim, Chicago foi somente o sexto terminal mais movimentado do mundo em 2016, enquanto Dallas foi o 11º.

A principal vantagem de Atlanta é o fato de a cidade estar localizada a duas horas de distância de 80% da população dos EUA. Isso significa que 260 milhões de pessoas estão ao alcance do aeroporto através de um voo de curta duração. Além disso, a posição próxima à costa leste favorece voos transatlânticos até a Europa.

Outro ponto importante é o bom tráfego garantido pela presença da Southwest, a maior companhia low-cost do mundo. A empresa respondeu, em 2016, por quase 10% dos passageiros que passaram pelo aeroporto, ficando atrás apenas da Delta (73%).

Ajuda ainda a ausência de outro grande aeroporto concorrente em um raio de 1.000 km. No mapa abaixo, aponto os principais hubs dos Estados Unidos.

 

Por fim, na galeria abaixo, veja quais foram os outros 19 aeroportos mais movimentados em 2016, segundo o Airports Council Internacional. Como comparação, o Aeroporto Internacional de São Paulo, o maior do Brasil, recebeu 36,6 milhões de passageiros em 2016, de acordo com a concessionária GRU Airport.

X